quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Pele lisinha já! Acabe com a celulite em casa, na clínica ou na academia

celulite_dentro_img_principal

Com o aumento da temperatura, chega a hora de tirar o biquíni do armário. Esse momento gostoso de aproveitar o sol, no entanto, é tido como um verdadeiro pesadelo por muitas mulheres, principalmente por causa da vilã número um dos glúteos e coxas, a celulite. Para você se livrar de vez desse fantasma, eu reuni exercícios, sucos e tratamentos, que ajudam a resolver o problema de dentro para fora.

Mas, afinal, o que é a celulite? “Ela é uma inflamação difusa das camadas cutâneas e subcutâneas, que forma esse aspecto de casca de laranja. Os fatores para o aparecimento são a alimentação, a genética e o sedentarismo”, explica a fisioterapeuta especializada em estéticaSimone Kabiljo, coordenadora de operações do Viva Spa Tecnológico.

Na clinica

Para reduzir a gordura localizada e o aspecto rugoso, ela sugere aliar três tratamentos estéticos feitos em clínica: a lipocavitação localizada, radiofrequência e drenagem linfática. A primeira pode ser realizada uma vez por semana, junto com uma das outras duas, alternando-as. “Você faz a lipocavitação com radiofrequência e na semana seguinte a repete, dessa vez com a drenagem”, indica. São feitas entre cinco e 10 sessões de cada aparelho, com uma pausa de 30 dias após o término.

Lipocavitação localizada: “ela vai eliminar a gordura, fazendo uma microlesão nas células adiposas, e liberando no organismo, sendo eliminada uma parte pela urina e fezes e outra para o fígado, onde será usado como energia para os músculos. Por isso, é preciso fazer entre 30 e 40 minutos de atividade aeróbica até 40 horas depois do procedimento”.

Radiofrequência: “ela emite ondas de calor para produzir mais colágeno e elastina, trabalhando mais superficialmente, na pele. Pode ser feita a cada 15 dias”.

Drenagem linfática: é uma técnica de massagem que trabalha o sistema linfático, estimulando-o a trabalhar de forma rápida, acelerando o processo de retirada do acúmulo de líquidos entre as células.

Em casa

Apesar das clínicas oferecerem bons tratamentos, também é possível melhorar muito o aspecto dos furinhos em casa. A nutricionista Helouse Oderbercht ensina as receitas.

Suco anticelulite:
1 fatia de abacaxi (vitamina C);
150ml de água ou água de coco natural;
3 folhas de hortelã (digestivo);
1 colher de chá de linhaça dourada (ômega 3);
1 colher de café de gengibre ralado (ativa circulação);
1 colher de sopa de colágeno hidrolisado (formação da estrutura abaixo da pele)

Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador e tome no lanche da tarde ou na ceia. 

Creme para contra celulite:
¼ de abacate (anti-inflamatório);
5 morangos ou outra fruta vermelha ou 50 ml de suco de uva;
1 colher de sopa de aveia.

Modo de preparo: Bata no liquidificador as frutas, até que vire um creme. Se precisar, adoce com algumas gotinhas de adoçante. Coloque em uma taça de sobremesa e polvilhe aveia ao final.

Chás que auxiliam:

Dente de leão, chá verde, salsaparrilha e chapéu de couro.

Ação esperada: detoxificante, estimulante do sistema linfático, lipolítico e diurético.

Modo de preparo: adicionar três colheres de sopa do composto em 1 litro de água quente. Deixar em infusão por 5 a 10 minutos. Pode-se consumir em temperatura ambiente ou colocar na geladeira por 24 horas.

Na academia

“Quando o tecido adiposo está envolvendo os músculos, é impossível vê-lo em sua verdadeira forma. Um sinal de que o corpo está com mais gordura do que o necessário, principalmente na região dos glúteos e abdômen é a presença da celulite. Portanto, fazer exercícios que irão queimar essa camada de gordura é o primeiro passo para chegar à musculatura definida”.

Os treinos devem ser feitos da seguinte forma: treinos A e B realizado as segundas e quintas-feiras, treinos C e D realizado s as terças e sextas-feiras e descanso nas quartas. Todos os exercícios devem ser feitos com 20 repetições.

Agachamento em quatro níveis (treino A)

Deixar as pernas na largura dos quadris, fazer a flexão dos joelhos até 90 graus. Na mesma amplitude de pernas, apoiar uma barra nas costas com carga de moderada a alta e fazer flexão de joelho 90 graus.Executar a mesma flexão de joelhos sem a barra de peso, mas com uma amplitude maior, passando dos 90 graus. Por exemplo, sentar e levantar de uma plataforma baixa. Nesta mesma plataforma, saltar do chão para cima dela com uma flexão de joelho (20 repetições).

Reto abdominal (treino B)

Deitada ao chão com um par de caneleiras no braço, fazer a flexão do tronco.  Novamente deitada no chão com peso nas mãos , executar uma flexão de tronco maior , até sentar .Com os cotovelos no chão, na posição de prancha, ficar por 30 segundos.

Musculatura lateral e glúteo (treino C)

Deitada de lado com as pernas 90 graus com caneleiras, fazer a abdução (20 repetições com cada perna). Deitada com as pernas estendidas a frente do corpo na posição de “L”, com caneleiras, fazer a abdução das pernas.  Na posição de quatro apoios com caneleiras nas pernas, estender a perna para trás e flexionar (20 repetições com cada).

Abdômen oblíquo (treino D)

Deitada no chão, com caneleira no braço fazer a elevação do tronco alternadamente na diagonal . Deitada no chão com peso nas mãos elevar o tronco até sentar, alternadamente. Deitada de lado, com cotovelo no chão, executar a prancha lateral (30 segundos para cada lado).

Nenhum comentário:

Postar um comentário