sábado, 13 de julho de 2013

Saiba quais procedimentos fazer e o que evitar antes e depois de colorir os cabelos

cabelo_dentro_img_principal-3_img_principal

Pintar os cabelos já é uma prática comum para as mulheres em todas as fases da vida. No entanto, a química pode acabar com os fios, deixando-os opacos e sem vida. Para evitar o problema, alguns cuidados antes e depois de tingir são essenciais para manter a saúde e o viço das suas madeixas. 

“As químicas atuais, apesar de mais saudáveis, ainda mudam a estrutura dos fios. Ao mudar a cor do cabelo é comum a ponta ficar mais fragilizada”, explica o cabeleireiro Luiz Cintra. “O primeiro passo e o mais importante é que a pessoa não lave o cabelo um ou dois dias antes, porque a própria oleosidade serve para proteger os fios das colorações”, completa. 

Efeito camaleoa

Para proteger os fios antes deste tipo de procedimento, Luiz Cintra indica fazer umahidratação de estruturação, rica em queratina, para fortalecer o cabelo internamente alguns dias antes da mudança. No dia, não é recomendado porque você corre o risco de dificultar que a tinta pegue. “A hidratação de nutrição vai tentar selar a cutícula do cabelo, e a coloração precisa abrir. Se você fizer antes vai dificultar a aderência dos produtos no cabelo. O ideal é fazê-la depois da tintura”, diz o hairstylist. 

Alisamentos como a escova progressiva também não são indicados e o intervalo deve ser de pelo menos 15 dias entre um procedimento e outro. “Ela dá uma impermeabilizada nos fios e isso também vai deixar mais difícil da tinta agir”, complementa. Para os outros tipos de alisamento, ele diz que é necessário ver a compatibilidade da química com a da tintura. “A com ácido glioxílico, mais moderna, é mais compatível com as colorações”, indica. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário