quarta-feira, 5 de junho de 2013

Escolha o videogame ideal para você

images

Escolher um console não é tarefa fácil. Uma série de fatores determinantes devem ser levados em conta antes de se adotar um videogame.

O primeiro e mais imediato fator a ser observado é a oferta de títulos do console. Não adianta comprar um console de olho apenas nas especificações técnicas. Sem jogos legais, um videogame não passa de um eletrodoméstico caro.

Existem três perfis de jogadores:

o casual, o médio e o hardcore.

O jogador casual

é aquele que só joga de vez em quando, ou por curtos períodos de tempo. Ele preza a diversão acima de tudo. Nessa categoria a maioria das pessoas se enquadra, especialmente crianças e pessoas mais velhas, que não cresceram em contato direto com os jogos eletrônicos. Para o jogador casual, a melhor opção são os consoles portáteis, como o Nintendo DS Lite e o PSP, que permitem que se jogue em qualquer lugar, à qualquer hora.

Para os jogadores médios

isto é, pessoas que têm jogos inseridos em seu dia-a-dia de forma regular, o ideal é escolher um console que ofereça um bom equilíbrio entre desafio, qualidade e quantidade de jogos.

O PlayStation 2, que reproduz DVDs de filmes, é o console que mais jogos oferece, mas isso não significa exatamente que todos são bons. Existem pérolas inesquecíveis para o console, como Metal Gear Solid 3 e o ultra popular jogo de futebol Winning Eleven.

O PS2 é o console mais vendido do País, mas também é o mais assolado pela pirataria.

O PlayStation 2 está no final de seu ciclo de vida, mas terá alguns bons lançamentos por no máximo dois anos.

O Xbox, primeiro console da Microsoft, seria uma excelente opção, mas ele infelizmente chegou ao final de sua vida útil. Não sairão mais games matadores para ele, apesar da robustez de seu hardware e boa qualidade de seus títulos.

O GameCube também padece do mesmo mal do Xbox. Apesar de ter um hardware competente, ele praticamente não receberá lançamentos depois de dezembro.O Cube roda apenas jogos.

Para os jogadores hardcore

aqueles que têm forte ligação com os jogos e não se importam de gastar mais dinheiro em games e equipamentos, a nova geração é o caminho.

O Xbox 360 é a melhor opção para os gamers do Brasil. Agora começam a sair os melhores jogos da plataforma, que, além de contar com o melhor serviço de games online, será lançado oficialmente no País. Ele roda MP3 - até permite que se conecte um iPod - filmes em DVD e exibe fotos digitais.

O Nintendo Wii é ideal para aqueles que buscam interação diferente. Seus sistema de controle, que detecta movimento, dá oportunidade para que novas idéias aparecem dentro dos jogos. O console também permite que se veja fotos digitais.

O PlayStation 3 ainda é uma incógnita. Muito mais caro que seus concorrentes, com poucos grandes jogos no lançamento, ainda não se sabe se emplacará no mercado internacional, muito menos no Brasil. Ele roda filmes em DVD e em Blu-Ray, além de tocar músicas e exibir fotos.

Áudio e vídeo são fatores importantes

Não adianta investir uma nota em um console de última geração se você vai ligá-lo a uma televisão velha, com som esganiçado.

O Xbox 360 e o PS3 são videogames que fazem uso intenso de gráficos em alta resolução. Eles funcionam normalmente quando conectados a um televisor comum, mas grande parte dos detalhes gráficos se perdem. O ideal é utilizar um televisor compatível com o padrão HDTV, que permita o uso de resoluções de 480 e 720 linhas progressivas. Existem no mercado bons televisores de tubo, mais em conta, com 480 linhas progressivas, e TVs LCD com 720 linhas progressivas. É claro que nesse tipo de TV deve-se usar cabos do tipo vídeo componente ou HDMI, ou a vantagem da alta resolução não é utilizada.

O Wii é pensado para televisores de resolução convencional (480 linhas entrelaçadas), mas é melhor utilizar um aparelho de tela plana, conectada por um cabo tipo vídeo componente, para conseguir imagens mais limpas e claras.

Para as três plataformas de nova geração, o som é um detalhe crucial. Os jogos fazem uso intenso do sistema de som de 5.1 canais para criar uma atmosfera imersiva.

Um bom receiver, dotado de entradas digitais do tipo óptica, ligado a boas caixas de som e um subwoofer do tipo ativo é mais do que suficiente para que as explosões ressoem pela sala.

O games de hoje são como filmes, com trilhas sonoras orquestradas, textos falados por atores e efeitos sonoros impactantes, que fazem uso do sistema surround do receiver.

Jogar usando apenas os alto-falantes do televisor é desperdício puro.

Para jogar conectado, o melhor é usar Wi-Fi

Todos os consoles de nova geração oferecem algum tipo de conectividade à internet.

No Xbox 360, metade da diversão está no serviço Xbox Live, que reúne, além da capacidade de se jogar online com os amigos, versões de demonstração de jogos, músicas, filmes, vídeos e jogos casuais para download. Para conectar o console via Wi-Fi, é necessário o uso de um adaptador, vendido separadamente.

O Wii conta com um revolucionário serviço online chamado Wii Connect24. O console baixa automaticamente conteúdo da rede, como demos e jogos casuais. O Wii vem habilitado de fábrica para conectar-se via Wi-Fi.

O PS3 também conecta-se à web para baixar conteúdos. Porém, apenas a versão de luxo, que vem com HD de 60 GB e custa US$ 599 nos EUA, virá equipado com conectividade Wi-Fi. O modelo mais simples, com HD de 20 GB, pode ser conectado direto a um modem banda larga.

Todos os consoles se comunicam com facilidade a roteadores Wi-Fi do tipo 802.11 G e B, devidamente configurados, que podem ser protegidos por senha, para evitar que espertinhos peguem carona na sua rede.

Nenhum comentário:

Postar um comentário