sábado, 18 de maio de 2013

Faça como as famosas e entre em forma com as aulas de artes marciais

luta_sabrina_dentro_img_principal

Acima, Sabrina treina muay thai. Abaixo, Izabel posa durante aula de boxe Fotos:
Responda rápido: o que a atriz Fernanda Souza, a apresentadora Sabrina Sato e a top model Izabel Goulart têm em comum? Além de lindas e talentosas, elas mantêm os corpos em dia com o auxílio de lutas como o boxe, o muay thai e o kickboxing. "Essas são ótimas modalidades para as mulheres que querem tornear o corpo, mas não vão entrar diretamente em combates”, diz personal trainer Bernardo Berro. O profissional conta que  esses exercícios também podem funcionar como uma ótima válvula de escape para o estresse. “As aulas de artes marciais são dinâmicas. É uma forma de extravasar o seu lado mais agressivo aliado à definição do corpo”, explica.

Escolha a aula que mais se encaixa no seu perfil e nas suas necessidades:

Boxe feminino
Essa modalidade trabalha técnicas com o soco para a autodefesa e auxilia na definição do corpo. “O boxe é ideal  para quem quer definir o braço, abdômen e ombro”, conta  o treinador da Body sistems, Thiago Ribeiro. De acordo com ele, em apenas duas semanas é possível ver os resultados, mas para isso é preciso práticar no mínimo de duas a três vezes por semana.

Kickboxing
A técnica criada nos Estados Unidos se utiliza de chutes e outros golpes com os membros inferiores e, por isso, é perfeita para quem pretende condicionar as pernas e os glúteos. “A pratica do kickboxing queima muitas calorias, além de trabalhar tanto os membros inferiores quanto superiores”, conta Ribeiro. Este esporte também é indicado para aquelas que já fizeram o boxe e querem se aprofundar mais na luta. “Ele é mais completo, porque além dos socos e esquivas trabalha muitos chutes também”, acrescenta o instrutor.

Muay Thai
De origem tailandesa, a prática é uma das mais populares do mundo. Além de ter um alto gasto calórico, trabalha todo o corpo. “É possível desenhar o quadril, o abdômen, a barriga, os braços, as pernas, entre outros”, explica Thiago. É uma boa dica para quem quer descarregar as tensões, porque essa modalidade trabalha golpes mais agressivos, como cotoveladas e joelhadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário