segunda-feira, 8 de abril de 2013

Aprenda a criar seus próprios esmaltes combinando cores ou brilho

unhas-interna_img_principal

Especialistas ensinam a fazer a famosa "misturinha"

Você está cansada de usar sempre as mesmas cores de esmaltes? Então a famosa misturinha pode ser a saída ideal! Criar novas cores e texturas vai muito além de ter uma fórmula exclusiva: é um passatempo divertido e cheio de surpresas. Para quem quer inovar e inventar, o DaquiDali conversou com especialistas que dominam essa arte. 

A empresária Luciana Franco, conhecida na web como Penélope Luz, ficou famosa por suas misturas de esmaltes. “Eu comecei fazendo misturinhas para mim e compartilhando, e as minhas amigas queriam comprar de qualquer jeito”, lembra. De acordo com ela, a primeira dica para o processo dar certo é se divertir sem se preocupar tanto com o resultado final. “Pode começar fazendo bem pouquinho, porque se der errado você tem espaço para corrigir. Vá testando, fazendo e errando até se acostumar com o material”, aconselha. 

 

Misturando cores

Para embarcar nessa ideia, Penélope indica o mix de cores já conhecidas, que são mais fáceis de acertar de primeira. “Siga os padrões de cores conhecidos, como vermelho com amarelo, usando aquelas tabelinhas de mistura fáceis de encontrar na internet”, explica. Ao combinar, o ideal é que você tenha muita atenção com a pigmentação: esmaltes muito fortes devem ser usados em poucas gotas, e os com pouco pigmento, que precisam de muitas mãos, devem ser deixados de lado. “O 'branco corretivo', aquele bem pigmentado, deve ser usado com cuidado. Eu sempre aconselho misturar um pouco dele com o branco mais transparente para diluir um pouco”, conta. 

O importante é lembrar que ao unir cores é possível ter mais de um resultado (foto abaixo), dependendo da quantidade de gotas de cada esmalte utilizada. Dosar aos poucos e misturar muito bem são a chave. 

misturas
Misturar azul com o vermelho pode produzir uma espécie de vinho ou chegar ao roxo. Depende da quantidade de cada cor base utilizada

O truque da manicure Sill Batista é utilizar apenas esmaltes no mix, deixando de lado a acetona ou outros compostos. “Se a mistura não estiver muito homogênea, pode usar um pouco de óleo de banana”, ensina. E, para evitar as alergias, a dica da profissional é sempre optar pelos produtos 3 free e hipoalergênicos, que são mais seguros. “Comece testando as misturas com branquinhos e cores como o rosa e o vermelho, é mais fácil”, aconselha.

Misturas com glitter

De acordo com Sill, se a ideia é colocar brilho no esmalte, o ideal é não escolher como base um colorido: “A cor do esmalte vai abafar o glitter, que não vai aparecer”, completa. 

Penélope fala que o glitter deve ser de poliéster, que não desbota em contato com o esmalte base. Ela conta também que funciona melhor quando você usa o esmalte já com glitter para fazer a mistura: “O esmalte com glitter tem suspensão, que não existe na base comum. Se você usar o extrabrilho o glitter vai para o fundo do vidrinho”, conta. Para misturar com base ou extrabrilho, o glitter deve ser bem fininho e leve. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário