domingo, 23 de dezembro de 2012

Dicas para limpar as manchas amarelas dos azulejos

azulejo-porcelanato_30210

 

Com a ação do tempo o aspeto dos azulejos pode sofrer alterações negativas. Por vezes, quando ao encontro de algumas substâncias ou até mesmo pela umidade característica dos cômodos, manchas nas paredes revestidas com azulejos podem surgir, deixando o ambiente com um aspeto de mal-cuidado. Essa aparência não muito agradável tem como voltar ao natural na maioria dos casos.
Contudo é importante lembrar que ao tentar remover qualquer tipo de mancha é sempre aconselhável fazer um pequeno teste antes de usar quaisquer produtos na peça ou no local desejado. No caso do azulejo é bom fazer este teste em um pequeno espaço, mais escondido, testando qualquer produto que por ventura deseje usar para ver se não haverá nenhum dano ao material. Deve-se ter muito cuidado ao utilizar produtos de limpeza, pois muitas vezes eles podem deixar os azulejos sem brilho ou ainda estragar o esmalte.
Antes de qualquer aplicação é importante, também, limpar as juntas, pois elas ficam facilmente sujas e manchadas. Para realizar esta limpeza pode-se retirar a sujeira que fica entre os azulejos passando um pincel húmido em lixívia. As manchas escuras sairão, dando ao cômodo, seja ele cozinha ou banheiro um aspeto de limpo e novo. Após, nas paredes sujas, o indicado é borrifar água e amoníaco no sentido de baixo para cima. Caso a sujeira persista em ficar nos azulejos, o recomendado é então acrescentar mais amoníaco e com a ajuda de um esfregão de aço retirar a sujeira do local. Em manchas de ferrugem nos azulejos deve-se aplicar aguarrás, limpando depois muito bem o local a fim de o azulejo não perder o brilho.
Nas manchas de gordura, geralmente amareladas, pode-se aplicar bastante talco até que ele absorva a gordura. Depois é possível limpar o local normalmente com um produto de limpeza. Para manchas de frutas, nicotina ou mofo pode-se tentar removê-las (já que sua eliminação é bastante difícil) com algodão passado em lixívia, colocando diretamente sobre a mancha até que desapareça. Depois é só limpar o local normalmente. E, por fim, quando as manchas tiverem origem em águas demasiadamente calcárias, pode-se eliminá-las com o uso de bicarbonato ou vinagre quente, esfregando o local atingido. Depois é importante lustrar o azulejo com o intuito de dar novamente brilho à peça. Isso pode ser feito com o auxílio de um pano úmido com álcool.

Outra dica bastante simples que também pode ser testada em azulejos com manchas amareladas é misturar suco de limão e gasolina, esfregando essa solução diretamente nas manchas. Depois a limpeza pode ocorrer normalmente com o uso de produtos específicos. Um cuidado importante que se deve ter ao lidar com produtos variados é o uso de luvas, especialmente as de borracha, para evitar problemas devido ao uso de produtos corrosivos ou tóxicos como, por exemplo, o aguarrás.
A limpeza de um ambiente torna-o além de bonito, saudável. Na maioria das vezes as manchas não são sinônimos de falta de assepsia, mas sim de falta de entendimento dos procedimentos de remoção de manchas, visto que, dependendo do tipo de material que causou a mancha, o procedimento para retirá-la deve ser diferente do que o utilizado para outros tipos de sujeira. E exige produtos e procedimentos por vezes mais pesados para a limpeza dos ambientes.

Um comentário:

  1. Gostei. Apareceu uma infiltração (oriunda da casa do vizinho) em meu banheiro e percebi que, à medida que vai secando, a parede está ficando amarelada, principalmente entre os azulejos. E um banheiro com uma parede amarelada é muito feio.

    momentoessencial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir