segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Inveja

É um pecado capital como a gula, a vaidade, a preguiça...
E por aí vai.
Mas quem não sente essas coisas?
Por menos que a gente queira, vai sempre ver no outro alguma coisa melhor do que aquilo que temos.
Sabe aquela pontinha de inveja da amiga, quando ela tá amando e você tá sozinha?
Inveja do sucesso alheio, quando tudo vai mal no seu trabalho...
Você já deve ter sentido isso, não deve?
Tudo bem, você não tem que se punir por isso. Mas é preciso tomar cuidado.
Quando sentir inveja, pergunte a si mesmo:
Por que aquilo que o outro tem é tão melhor?
Você se acha mesmo incapaz de ter um amor?
De ter uma vida confortável?
De crescer profissionalmente?
A inveja só existe quando não há amor próprio, autoconfiança, garra pra vencer.
E a inveja dói...
Dói porque é muito triste passar a vida assistindo a vida dos outros.
Experimenta, então, uma coisa: quando a inveja bater, mude o seu pensamento.
Em vez de lamentar pelo que não conquistou, descubra como se chega lá.
Não se compare ao outro.
Aprenda com o sucesso dele.
As oportunidades estão aí para quem quiser aproveitar.
Parar pra assistir a vida dos outros, nos isola do mundo.
Prefira ser a pessoa que olha a própria vida com entusiasmo.
Se você se concentrar na tarefa de ser feliz, de ser melhor a cada dia...
O sucesso, o amor e os prazeres chegam naturalmente.
E aí você vai virar um espetáculo de pessoa...
De dar inveja, mesmo!

Mensagem de Lena Gino

Nenhum comentário:

Postar um comentário